É inegável o quanto as novas tecnologias revolucionaram a forma como nos relacionamos. Um exemplo disso são os apps de relacionamento. Se antes era necessário sair de casa para conhecer alguém interessante, hoje em dia, é possível fazer quase tudo on-line, e essa facilidade já tem tido impacto sobre a composição das relações atuais. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, a maioria dos casais já é formada por meio de aplicativos de relacionamento e o Brasil segue a mesma tendência do país estrangeiro. 

Por isso, não importa se você é do time que acha benéfica ou maléfica essa aproximação entre tecnologia e relacionamentos, neste post nós vamos discutir um pouco mais sobre como os apps de relacionamento mudaram as relações humanas de forma irreversível. Vamos lá?

Do Off-line para o On-line: A Era dos Apps de Relacionamento

Celular ao lado de várias figurinhas

Antigamente, para conseguir encontrar o date perfeito era necessário mais esforço e interações na vida real. Os relacionamentos eram estabelecidos com pessoas que tinham algum tipo de elo com o grupo que fazíamos parte. 

Os parceiros em potencial também eram encontrados em festas, baladas e outros eventos sociais. No entanto, o método que era certeiro na época dos seus pais parece estar fazendo cada vez menos sucesso hoje em dia. 

Segundo um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Essex e da Universidade de Viena, os encontros on-line são o segundo método mais comum para casais heterossexuais se conhecerem e o primeiro para casais homossexuais. Ou seja, tecnologia e relacionamento já fazem um casamento duradouro.  

As novas formas de relacionamento têm sido estudadas pela ciência e  pelos sociólogos. O alemão Zygmunt Bauman até criou um conceito para definir essa nova era: modernidade líquida. Uma forma de estabelecer laços de forma momentânea e que podem ser desfeitos com facilidade. 

Mil e Uma Oportunidades na Tela do Celular 

Os apps possibilitam encontrar pessoas que possuem os mesmos gostos de forma mais rápida. Basta um clique na tela para localizar aqueles que estão mais próximos de você. Por meio da geolocalização, as plataformas de relacionamento nos apresentam  parceiros que talvez não teríamos a oportunidade de cruzar pessoalmente. 

Um fenômeno muito comum nas novas formas de relacionamento em relação às antigas é a facilidade no contato para pessoas tímidas. Muitas vezes, é difícil abordar uma pessoa que temos interesse, mas, na tela do celular, essa interação fica mais fácil e rápida

 

Casal olhando no celular

Filtros Sociais 

Os filtros sociais sempre existiram, mas com os apps de relacionamento eles ficaram ainda mais fortes. Antes de marcar um date analisamos todas as características que a outra pessoa possui: a distância de onde moramos, idade, posição política, profissão, hobbies, aparência, etc. 

O ponto positivo é que temos mais acesso à informação e isso contribui para formar uma espécie de “currículo” do pretendente. O que não é tão positivo assim é que se a pessoa não se encaixa em um dos requisitos, logo é descartada sem a oportunidade de um bate-papo. Nesse caso,  a “embalagem” que ela apresenta é que fala mais alto. 

A relação entre tecnologia e relacionamento possui vantagens e desvantagens, por isso, fique atento ao match do celular, mas também não se esqueça que você pode encontrar a pessoa amada em qualquer esquina por aí. 

Também dê atenção ao quesito segurança para não ter nenhum date ruim, hein! ;)

O que você achou do nosso conteúdo? Você concorda que os apps criaram novas formas de relacionamento? Deixe sua opinião nos comentários! 

Imagens: Pexels (fauxels; Cristian Dina, Artem Beliaikin)